Veja o que disse Adriano Galdino na abertura dos trabalhos na ALPB

Adriano Galdino

Senhoras deputadas e senhores deputados,

Hoje tem início um novo tempo nesta Casa Legislativa. Ao olhar para trás, no início da minha vida pública, lembro que tudo o que tinha era um sonho. Mas como já se disse: Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor. Hoje, com a graça de Deus e com muita determinação, o filho de Pocinhos chega à presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba. Os que conhecem minha trajetória sabem que não foi fácil chegar até aqui. E eu não pretendo decepcioná-los. Nem aos que me conhecem. Nem a minha trajetória.

Vivemos na era da informação. Um tempo em que a transparência deve ser absoluta, no qual é necessária cada vez mais eficiência e excelência em todos os atos; época de avanços e sem espaço para retrocessos. Onde velhas práticas não são mais permitidas.

E o Poder Legislativo da Paraíba, denominado precisamente como “A Casa do Povo”, não pode fechar as portas para as novas práticas do fazer político.

Comprometo-me com a entrega absoluta a esta causa, uma paixão em servir e uma responsabilidade de zelar pelo bem público, sem vaidade pessoal ou interesses escusos.

Ciente dos grandes desafios que nos aguardam, não me desviarei um segundo sequer do compromisso de conduzir o Legislativo para todos. Com um olhar muito especial para os mais simples, homens e mulheres que residem em cada uma das regiões dessa minha amada Paraíba.

Aos excelentíssimos deputados, o nosso chamamento é para que cada um dos que aqui estão deixem as questões políticas para depois. A Paraíba está acima de nós. Temos que nos despir das vaidades e nos unir, verdadeiramente, para conquistar objetivos mais amplos que possam garantir o desenvolvimento do Estado e, como consequência, MELHORAR A VIDA DO POVO PARAIBANO.

Abracemos, sim, os temas que mais merecem nossa atenção. Vamos fazer um chamamento para que todas as demais assembleias legislativas do Nordeste possam se unir a nossa luta para garantir a segurança hídrica na região. Juntos, somos ainda mais fortes para cobrar o olhar especial que o nosso semiárido tão desesperadamente precisa.

Para além disso, agora o aprimoramento do processo legislativo passa também por ações práticas que compõem o dia a dia desta Casa e incluem como pauta prioritária:

1)    A convocação dos concursados, a valorização e profissionalização dos servidores do Legislativo;

2) A criação de novos canais de acesso à informação, ampliando a transparência das nossas ações. Vamos disponibilizar o Diário do Poder Legislativo na internet.

3) A Reformulação da TV Assembleia, de modo que cumpra a real missão de uma TV Pública: informar e garantir conteúdos  que versem sobre ações e serviços voltados para o bem estar do povo paraibano;

4) O enxugamento da máquina pública. Em menos de um mês, reduzimos a folha de comissionados, revimos contratos, reduzimos gastos, otimizamos serviços.

5) E a defesa da instituição definitiva do voto aberto na Assembleia Legislativa da Paraíba. Aproveito para fazer um apelo aos meus pares a fim de que possam abraçar esse tema. Fomos eleitos por causa de nossas bandeiras de luta. Nossas opiniões públicas e expostas. Não temos nada a esconder. E não precisamos de voto secreto.

Mas acreditamos que, acima de tudo, o verdadeiro sucesso não é uma história a ser contada, mas uma história a ser construída.

Reitero o otimismo que expressei aqui há três semanas, quando fui eleito para presidir os destinos dessa Casa Legislativa. Somos muito maiores do que as crises que rondam nosso país, que as desigualdades que atingem o Nordeste. Dispomos de sentimento, razão e vontade para vencer qualquer adversidade. Este é, mais do que nunca, o espírito dos paraibanos que prometo honrar.

Mas nada disso faria sentido se o mais importante elo dessa corrente não receber a atenção devida – nossos deputados. Prometo ser um presidente de todos. Conciliador e aberto a ouvir uma oposição responsável. Um presidente que tem a missão de garantir a governabilidade e de honrar os nossos quase quatro milhões de paraibanos.

No meu abraço às paraibanas e aos paraibanos dos 223 municípios, aos irmãos da minha querida Pocinhos, à minha família, aos amigos e àqueles que depositam em mim uma imensa confiança, vai junto uma frase de Gandhi:

“Primeiro te ignoram; depois riem de ti; depois te atacam; e, no fim… você vence”.

Muito Obrigado!

Comentários

comentários