Líder do governo insinua que oposição usa vudu após críticas de Renato Martins

O debate sobre o cumprimento do Regimento Interno da Câmara e a tentativa da oposição em marcar audiência pública na Comissão de Direitos Humanos, sem aprovação do plenário, irritou o líder do governo, Marco Antônio (PPS), que classificou algumas críticas dos opositores como uso de vudu.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos , o vereador Renato Martins (PSB) defendeu a realização de uma audiência pública na comissão, sem aprovação do plenário. Ele afirma que a medida tem amparo no Regimento Interno da Casa. Mas a defesa de Martins foi interpretada pelo vereador Bira (PT) como uma tentativa de manobra da oposição para emplacar debates que não conseguem vencer em plenário. Escute:

Renato Martins argumentou que seu objetivo tem amparo regimental e disse que a situação só tem interesse de servir ao prefeito. Ele classificou alguns vereadores de marionete e lamentou que a audiência para discutir o tema da Campanha da Fraternidade: ‘Vim para Servir’, foi impedida da forma que foi proposta.

Irritado com a crítica do opositor, Marco Antônio afirmou que vereadores fazem crítica como se usassem vudo para furar os colegas.

Comentários

comentários