Câmara cobra informações sobre situação dos comerciantes da Lagoa

O plenário da Câmara Municipal de João Pessoa aprovou, nesta terça-feira (16), um pedido de informação do vereador Lucas de Brito (DEM) visando saber a situação dos 42 proprietários de quiosques no Parque Solon de Lucena, após as obras de reforma da área. Esta semana, os comerciantes foram surpreendidos com multas aplicadas pela gestão municipal após a realização de uma fiscalização.
A Associação do Parque Solon de Lucena reclama que a atitude da gestão seria uma retaliação após críticas feitas pelos comerciantes que reclamaram de não terem sido consultados sobre a reforma realizada no local pela Prefeitura de João Pessoa. Segundo a entidade, as multas chegaram a quase R$ 10 mil referente a uma licença ambiental que nunca teria sido exigida pela administração.
Para o vereador Lucas de Brito, a ação da Prefeitura foi abusiva uma vez que muitos dos comerciantes trabalham na área há mais de 30 anos sem a necessidade do documento. “Queremos saber como vai ficar a situação dos 42 comerciantes do Parque porque eles foram surpreendidos com esta multa sem terem sido notificados previamente, o que é uma injustiça”, avalia o parlamentar, que encaminhou documento à Secretária de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa.

Comentários

comentários