Presidente rompe com prefeito “pra Câmara não virar quintal da Prefeitura”

Dedé – prefeito de Pedras de Fogo

O clima político esquentou neste São João em Pedras de Fogo, o presidente da Câmara Municipal, José Felinto de Souza (Pelé), anunciou, em carta aberta, o rompimento político com o prefeito da cidade, Dorivaldo Romão dos Santos (Dedé). Segundo o parlamentar, o gestor tem agido com desrespeito ao Legislativo e a medida é para a Casa não virar “quintal” da Prefeitura.

“O prefeito vê o Legislativo como um anexo do Executivo. Um quintal da Prefeitura”, disse Pelé sobre a forma com quê Dedé tem tratado iniciativas que deveriam ter a participação da Câmara, como  a presença de secretários na Casa e a definição de nomes de obras públicas.

Pelé afirma que em um só dia ligou para o prefeito 200 vezes, mas não foi atendido em nenhuma e que, apesar de aliado do gestor, não recebeu um retorno das ligações.

Apontando incompetências da administração, o vereador afirma que a cidade perdeu um campos do IFPB e tem vários convênios “travados”.

“Mais um na multidão. Nada de novo como prometido”, foi assim que Pelé definiu a administração de Dedé.

Comentários

comentários