Após crítica, Barbosa rebate Gadelha: “Dor de Cotovelo”

O líder da oposição Renato Gadelha (PSC) cobrou na Assembleia Legislativa explicações sobre uma reunião, na semana passada, na casa do deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB), onde houve a participação de três secretários de estado e 11 prefeitos. Barbosa não gostou das críticas e aconselhou o opositor a procurar o que fazer. “Isso é dor de cotovelo”.

“Uma atitude esdrúxula do governo. Três secretários de estado resolvendo problemas dos recursos da seca na casa do deputado Ricardo Barbosa (PSB). Agora o Governo passou a ser domiciliar. Não atende mais o Estado, atende pessoas determinadas. Isso é um absurdo”, disse Renato Gadelha, cobrando esclarecimento se houve despacho oficial no encontro que aconteceu na última semana e teve a presença dos secretários Efraim Morais, João Azevedo e Waldson Sousa.

“Acho que ele (Renato) tem que se ocupar em trabalhar. Ele não consegue fazer nada na Casa e vai criticar quem trabalha”, disparou Ricardo Barbosa. Definindo a reunião como “natural”. Ele disse que durante o encontro em sua casa “teve a oportunidade de expor através dos secretários o programa emergencial do governo para atender os municípios vitimados pela estiagem”.

“Isso é dor de cotovelo”, finalizou Barbosa.

Comentários

comentários