Estado depende do BB para pagar precatório com nova regra

O Governo do Estado foi autorizado por lei a utilizar até 60% dos depósitos judiciais para pagar os precatórios, mas para que de fato os pagamentos dos credores comecem a ser efetuados com estes recursos, o Estado depende de uma adequação do Banco do Brasil, a revelação foi feita, nesta sexta-feira (24), pelo governador em exercício Marcos Cavalcante, presidente do Tribunal de Justiça.

“Estamos dependendo do Banco do Brasil”, disse Marcos Cavalcante sem querer definir uma data para que os pagamentos comecem a ser efetuados através da nova medida. Classificando os precatórios como “um estoque sem fim”, Cavalcante disse que o quanto mais se paga, mais aparecem dívidas.

 

Écliton Monteiro  

Comentários

comentários