Maia diz que Maranhão já deveria ter chamado o feito a ordem no PMDB

Gervásio Maia

O deputado estadual Gervásio Maia (PMDB) declarou, nesta terça-feira (14), que não vai cobrar mais nada do PMDB. De acordo com o parlamentar, cabe agora ao presidente do partido, José Maranhão, decidir sobre o impasse entre ele e Manoel Júnior.

“Eu tenho dito ao senador Maranhão que a única coisa que eu aguardo é o cumprimento de um acordo celebrado há dois anos na presença de todos os integrantes da executiva estadual. Política se faz com compromisso e honrando a palavra dada. Acho que Maranhão já deveria ter chamado o feito à ordem para evitar o tensionamento que está ocorrendo. Esta corda já esticou mais do que deveria. De acordo com a decisão do partido, cada um tome seu rumo”, afirmou.

“Na reunião em que Manoel Júnior estava na Europa, todos lembraram que o acordo foi feito. Só ele que não lembra. Esta corda já esticou demais. Eu não vou cobrar. Vou deixar todos os integrantes a vontade e, de acordo com a decisão do partido, cada um tome o seu rumo. Essa discussão não interessa a mim, nem ao povo paraibano. Não cobrarei absolutamente nada de ninguém mais” disse

Comentários

comentários