Dois paraibanos integram CPI dos Fundos de Pensão; Efraim é o presidente

Dois paraibanos integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fundos de Pensão, que deve investigar indícios de aplicação incorreta de recursos e de manipulação na gestão em fundos de previdência complementar de funcionários de estatais e de servidores públicos no período entre 2003 e 2015. O deputado Efraim Filho (DEM) foi eleito presidente da CPI e o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) é um dos integrantes da Comissão.

“A grande novidade desta CPI é que não há uma investigação paralela”, disse Efraim, em alusão à CPI da Petrobras, que acontece em paralelo à Operação Lava Jato, da Polícia Federal, sobre desvio de recursos da Petrobras.

Para a relatoria foi escolhido o deputado Sérgio Souza (PMDB-PR). Ele falou que o trabalho da comissão poderá ir além da investigação dos fundos de pensão da Petrobras (Petros), dos Correios (Postalis), da Caixa Econômica Federal (Funcef) e do Banco do Brasil (Previ). “Nós não podemos nos restringir a esses fundos. O Parlamento tem obrigação de fiscalização. Se tiver indícios em outros fundos com certeza vamos avançar”, disse.

 

Redação 

Comentários

comentários