Durval discute parceria da CMJP com hospital

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereador Durval Ferreira (PP), recebeu nesta terça-feira (15) a visita do superintendente do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), o médio urologista George Guedes Pereira, e da secretária executiva adjunta do Movimento Nós Podemos Paraíba, Núbia Gonçalves. O encontro teve com objetivo discutir parceria que possam ajudar na divulgação do trabalho e importância da unidade hospitalar na Capital e no Estado.

Na ocasião, o presidente Durval propôs a concessão da Medalha de Honra ao Mérito ao Hospital pelos serviços prestados à sociedade, iniciativa essa sendo aceita e elogiada pelo superintendente George e a secretária Núbia.

Durval Ferreira estabeleceu que a Casa fará uma visita ao Hospital São Vicente no próximo dia 8 para conhecer o funcionamento do Hospital e também formalizar, com a entrega de Decreto Legislativo, a outorga da Medalha de Honra ao Mérito à instituição. Já a data da entrega da honraria, em sessão solene, ainda será confirmada entre as lideranças. “A população pessoense e o Poder Legislativo reconhecem o valor que tem essa instituição, que é tão fundamental no tratamento de especialidades complexas e na ajuda, efetiva, às pessoas que precisam dos mais variados cuidados médicos”, afirmou o parlamentar.

“Nós queremos divulgar o trabalho do complexo hospitalar a toda a população e buscar uma possível parceria com o Legislativo Municipal. Somos uma instituição filantrópica e precisamos de apoio”, declarou Guedes. O Hospital São Vicente de Paulo é mantido pelo Instituto Walfredo Guedes Pereira e conta hoje com uma parceria com a Prefeitura de João Pessoa. “É importante que todos saibam o quanto ele é útil e salva vidas”, ressaltou o médico.

Segundo Guedes Pereira, o Hospital, fundado há 103 anos, é referência em oncologia cirúrgica e clínica, quimioterapia, hemodiálise, urologia, neurologia, entre outras especialidades. “Em 2014, o Hospital registrou 800 intervenções, 400 cirurgias, 1.700 consultas e 2.800 sessões de hemodiálise”, revelou. Núbia Gonçalves disse, por sua vez, que o encontro serviu para que a Câmara pudesse abraçar essa luta. “Nós queremos chamar a atenção da sociedade, autoridades, setores públicos e privados para a importância das ações e procedimentos realizados pelo São Vicente, que necessita da ajuda de todos”, comentou Núbia Gonçalves.

Política&etc

Comentários

comentários