Frente Parlamentar coleta dados sobre a segurança

A Frente Parlamentar em Defesa do Direito Fundamental à Segurança Pública, da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), começou a reunir dados oficiais e documentos relacionados à segurança na Capital. De acordo com o vereador Lucas de Brito (DEM), presidente da Frente Parlamentar, durante todos este mês o trabalho será dedicado à coleta de informações.

Neste sentido, o Comando-Geral da Polícia Militar do Estado enviou, no dia 31 de agosto, uma correspondência oficial em resposta a um pedido de informação da Frente Parlamentar. Na carta, o Cel. Euller Chaves – comandante-geral da PM- esclarece o efetivo atual da corporação, que é de 9.237 profissionais.

“Desde 2007, há a indicação, na Lei Orgânica da Polícia da Paraíba, de que o efetivo da PM/PB deve ser de 18.000 homens. O déficit do efetivo no Estado contribui para o crescimento da violência”, explica o vereador.

A Frente Parlamentar é composta por oito parlamentares: Lucas de Brito (DEM), João Almeida (SDD), Bira (PT), Raíssa Lacerda (PSD), Raoni Mendes (PDT), Eliza Vigínia (PSDB), Bruno Farias (PPS) e Marco Antônio (PPS). E tem como objetivo promover debates, realizar estudos e propor soluções para as questões relacionadas à segurança pública.

“A Câmara não pode mais ficar ausente do debate da violência, que está piorando no Estado. Nossa intenção é contribuir para achar soluções em relação ao combate à criminalidade no município de João Pessoa”, destacou o democrata.

Redação 

Comentários

comentários