Vereadores se unem para proibir ensino sobre identidade de gênero em JP

Eliza Virgínia

Depois de conseguir retirar do Plano Municipal de Educação o ensino sobre identidade de gênero, a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) quer mudar a Lei Orgânica da Capital para proibir legislação e palestra sobre o tema. A iniciativa da vereadora já ganhou a adesão de mais de 10 parlamentares.

“O que é a ideologia de gênero? É dizer que a apesar do sexo que a criança nasce, ela não tem obrigação de ser homem ou mulher e quando crescer ela vai escolher seu sexo. Nós vamos proibir qualquer tentativa de doutrinar estas crianças nesta ideologia tão maléficas a nossas famílias”, explicou a parlamentar argumentando que esta não é uma imposição social, mas uma definição biológica.

Precisando de 18 assinaturas para viabilizar a tramitação da iniciativa, Eliza iniciou a coleta de apoio dos vereadores nesta terça-feira (1) e já conseguiu a adesão de 11 vereadores.

O vereador Bira (PT) afirmou que não vai assinar a iniciativa, se posicionou contrario a proposta e disse que Eliza tem um entendimento equivocado sobre o tema.

 

Écliton Monteiro 

Comentários

comentários