OAB-PB aprova repúdio a Bolsonaro e Jean Wyllys

O Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), aprovou, na sessão desta sexta-feira (29), apoio a nota de repúdio emitida pelo Conselho Federal da entidade ao deputado federal Jair Bolsonaro, que durante a votação da admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, no último dia 17, enalteceu o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, acusado de tortura na Ditadura Militar.

 

Na nota, a OAB afirma que o voto de Bolsonaro tem clara apologia a um crime ao exaltar a figura de um notório torturador.

 

A Ordem afirma que “não é aceitável que figuras públicas, no exercício de um poder delegado pelo povo, se utilizem da imunidade parlamentar para fazer esse tipo de manifestação num claro desrespeito aos Direitos Humanos e ao Estado Democrático de Direito”.

 

O Conselho Estadual da OAB-PB também manifestou apoio integral e irrestrito ao presidente da Seccional da OAB do Rio de Janeiro, Felipe Santa Cruz. Na última segunda-feira (25), a OAB-RJ protocolou na Câmara dos Deputados um pedido de cassação de Bolsonaro e o presidente da Seccional, Felipe Santa Cruz, foi hostilizado nas redes pessoais por conta deste ato.

 

Jean Wyllys

 

Na reunião de hoje, o Conselho Estadual da OAB-PB também aprovou repúdio ao ato do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) que, na mesma sessão da Câmara, cuspiu na direção do deputado Bolsonaro, após votar no processo de impeachmen

 

Assessoria

Comentários

comentários