Prefeito participa de encontro com conselheiros do Orçamento Participativo

Dando continuidade ao calendário de escuta da população e de participação das comunidades na gestão da cidade, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, reuniu-se neste sábado (21) com os conselheiros municipais do Orçamento Participativo (OP) para discutir o andamento do programa, que vem percorrendo todas as regiões da cidade desde o início deste ano. O encontro ocorreu no auditório Cecapro, no bairro de Tambauzinho.

Durante o evento, o prefeito Luciano Cartaxo fez um balanço dos resultados alcançados nos últimos três anos. “Esta escuta é fundamental para nortear o trabalho de todo gestor público. É a partir deste instrumento que estamos alcançando avanços importantes, como a Nova Calçadinha da Orla, as Academias da Saúde e a Quadra de Manaíra, que partiram das demandas reais da população, apresentadas desde o início da gestão”, disse.

O secretário do Orçamento Participativo, Roberto Ivens, detalhou o andamento do ciclo 2016, iniciado desde janeiro, mas intensificado a partir de abril, quando ocorrem reuniões diárias em diferentes áreas da cidade. De acordo com o secretário o ciclo 2016 trouxe ainda várias alterações com o objetivo de torná-lo mais eficiente.

“O OP mudou para tornar as audiências mais representativas. Estão acontecendo duas ou três reuniões por região e percebemos que a aceitação do novo formato tem sido muito positiva, pois as pessoas estão sentindo um maior acesso, expondo melhor as necessidades de cada bairro”, justificou Ivens. As audiências também estão sendo realizadas com o engajamento de associações e ONgs.

Criança e adolescente – O prefeito Luciano Cartaxo destacou a criação do OP Criança e Adolescente, que tem cumprido um papel importante na gestão das escolas municipais. “Foi a partir destas demandas que a Prefeitura adotou o novo padrão nas escolas da rede, como a climatização e até a mudança na instalação dos bebedouros. Democracia, aqui, se aprende dentro da sala de aula”, informou.

O prefeito destacou ainda que o OPCA foi responsável por grandes mudanças na educação.  “Avançamos no OPCA, que foi responsável por reivindicações importantes da educação, como climatização e reforço na educação infantil ”, exemplificou.

Para Cartaxo, as demandas que estão sendo colocadas vão além do que é eleito e que o OP é um instrumento importante para governar com responsabilidade social

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários