Prefeitura de João Pessoa libera trecho da rua Padre Azevedo

Após perícia realizada no local, um laudo técnico foi elaborado por engenheiros da Secretaria de Infraestrutura e da Defesa Civil, e será oficialmente divulgado nesta quarta-feira (1). Com base neste levantamento, já concluído, a Prefeitura de João Pessoa liberou parcialmente a rua Padre Azevedo, no Centro, na tarde desta terça-feira (31). Um trecho de apenas 25 metros quadrados da via seguirá interditado, para os reparos imediatos na área externa da via, já iniciados, e o início das obras que irão resolver definitivamente o problema na área. Em decorrência das fortes chuvas, parte do asfalto foi superficialmente avariado, por problemas verificados em uma antiga galeria, construída na década de 1920.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Cássio Andrade, o volume de águas foi infinitamente inferior aos alagamentos históricos na área Central da cidade, no entorno da Lagoa – onde não se verificou qualquer problema. “O sistema de escoamento das águas das chuvas, incluindo o túnel novo e a velha galeria, que faz parte de uma intervenção complexa e de grande porte, está ainda em período de testes. Este é o primeiro inverno e já conseguimos uma grande vitória, que foi resolver definitivamente os gravíssimos problemas de alagamentos no entorno da Lagoa. Isso não existe mais”, disse o secretário.

De forma imediata será instalada uma grelha de proteção, para o escoamento controlado, em caso de necessidade, das águas das chuvas. “Com essa medida será finalizada esta primeira etapa de controle, ao passo em que será iniciado o serviço para solução definitiva na antiga tubulação”, informou. O secretário reiterou, ainda, que o local onde são concluídas as obras do novo Parque Sólon de Lucena não sofreu qualquer alagamento, mesmo em decorrência da chuva de 123 milímetros ocorridas em um intervalo de 12h.

Proteção – Os técnicos da Defesa Civil, em conjunto com engenheiros da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), comprovaram que a avaria parcial e superficial no asfalto não representa qualquer risco para moradores e comerciantes da Rua Padre Azevedo. “A equipe da Defesa Civil concluiu o laudo técnico, atestando que não há nenhum risco à população do entorno. Houve apenas uma questão pontual, até menor do que já existiu”, atestou o coordenador da Defesa Civil, Noé Estrela.

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários