Rômulo propõe que FGTS seja usado na compra de veículos

 

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) esta propondo que o Fundo de Garantia do Trabalhador (FGTS) possa ser utilizado para a compra de veículos no Brasil, semelhante ao que acontece com imóveis. O parlamentar defende que a medida contemplaria os trabalhadores e aqueceria a economia através da indústria automotiva, evitando demissões e garantindo mercado de trabalho na cadeia que envolve o setor.

O Projeto Indicativo de Rômulo foi encaminhado ao Ministério da Fazenda. Cabe a pasta fazer um estudo sobre o tema e regulamentar a proposta. Recentemente o FGTS teve mais uma destinação regulamentada, o pagamento de empréstimos consignados do trabalhador.

Gouveia entende que a possibilidade de uso do FGTS para aquisição de veículo poderia livrar o trabalhador das taxas e juros cobrados para financiamentos de automóveis, valorizando o dinheiro do trabalhador que deixaria de ter o bem onerado pelo sistema bancário e dará rotatividade aos recursos do FGTS, que passariam a circular com maior freqüência na economia.

Veja as formas como o FGTS pode ser sacado:

 

1)  Na demissão sem justa causa;

 

2)  No término do contrato por prazo determinado;

 

3)  Na rescisão do contrato por extinção total ou parcial da empresa;

 

4)  Na decretação de anulação do contrato de trabalho nas hipóteses previstas no art. 37 §2º , da Constituição Federal, ocorrida após 28/07/2001, quando, mantido o direito ao salário;

 

5)  Na rescisão do contrato por falecimento do empregador individual;

 

6)  Na rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior;

 

7)  Na aposentadoria;

 

8) No caso de necessidade pessoal, urgente e grave, decorrente de desastre natural causado por chuvas ou inundações que tenham atingido a área de residência do trabalhador, quando a situação de emergência ou o estado de calamidade pública for assim reconhecido, por meio de portaria do Governo Federal;

 

9)  Na suspensão do Trabalho Avulso;

 

10) No falecimento do trabalhador;

 

11) Quando o titular da conta vinculada tiver idade igual ou superior a 70 anos;

 

12) Quando o trabalhador ou seu dependente for portador do vírus HIV;

 

13)  Quando o trabalhador ou seu dependente for acometido de neoplasia maligna – câncer;

 

14)  Quando o trabalhador ou seu dependente estiver em estágio terminal, em razão de doença grave;

 

15)  Quando a conta permanecer sem depósito por 3 anos seguidos, cujo afastamento tenha ocorrido até 13/07/90;

 

16) Quando o trabalhador permanecer por 03 anos seguidos fora do regime do FGTS, cujo afastamento tenha ocorrido a partir de 14/07/90, podendo o saque, neste caso, ser efetuado a partir do mês de aniversário do titular da conta;

 

17)  Para aquisição de moradia própria, liquidação ou amortização de dívida ou pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional.

 
Assessoria

Comentários

comentários