Vereador de JP comenta experiência de ter filha com Síndrome de Down: “É perfeita”

Reprodução rede social

O vereador de João Pessoa Marmuthe Cavalcante usou as redes sociais para compartilhar a alegria sobre o nascimento de seu segundo filho, desta vez uma menina. O parlamentar também comentou como enfrentou a notícia de ter um filho com síndrome de down. Mariana nasceu no domingo.

Em contato com o blog, o parlamentar que é membro da Frente Parlamentar da Pessoa com Deficiência disse que agora terá um motivo no sangue para defender as pessoas que precisam de atenção especial.

Veja a postagem de Marmuthe:

 

 

Após Deus nos dar um lindo filho, Matheus, naturalmente, como todo casal, creio eu, passamos a sonhar em ter uma filha para formarmos um casalzinho. Após longos quatro anos veio a grande noticia, a gravidez aconteceu. Fiquei num estado de total euforia e satisfação. E quando o ultrassom revelou que era uma menina, nossa, não podia ser mais perfeito.

A grande palavra: PERFEITO

Acho que é a palavra mais mentalizada por quem espera sua continuidade neste planeta, o chamado ‘legado’, a sua perpetuação através de suas novas gerações. Gravidez perfeita, vitaminas em dia, quartinho, enxoval, a obstetra preferida, parto com dia e hora marcados… Tudo planejado nos mínimos detalhes, ou quase tudo.

Eis que chega outra noticia: sua filha tem fortes características de nascer com síndrome de Down. Ali meu mundo caiu.


Procurei levantar a cabeça para dá início a uma batalha incansável em busca da certeza, realizamos uma bateria de exames, sempre acreditando que nada disso era verdade, até que no último exame veio a confirmação, minha filha virá realmente com síndrome de Down. E ao receber a ligação do médico com esta confirmação, chorei e me tranquei no banheiro por uma eternidade pensando, como vai ser tudo daqui pra frente? Por que nós? Como vai ser o futuro dela nesse mundo de injustiças e discriminação? Como vou dar essa notícia aos meus familiares e amigos? Uma grande confusão se formou na minha cabeça. E só de pensar quando todos começarem a fazer a famosa pergunta: parabéns, ela nasceu perfeita? Nossa, quanta angústia meu Deus! Foi então que respirei fundo, criei coragem e saí do banheiro. Passei pela porta, que naquele momento era uma barreira dura e pesada para o meu orgulho, e pronto, resolvi encarar esta realidade e buscar forças em Deus e nas pessoas que nos amam.
 


Nesse domingo, 10 de julho, nasceu a pequena Mariana, a minha Mariana, e ao ver a pequena não tive dúvidas de que ela é mais do que especial, PERFEITA, pois o amor fala mais alto.

Ela será muito amada e trará muito amor e muitas bênçãos. E quando me perguntarem como é ser pai da Mariana eu responderei: É uma Honra!

Seja muito bem vinda ao mundo minha princesinha!

 

Comentários

comentários