Anastácio diz que prisão de ministro é uma boca de urna contra o PT

“O juiz Sérgio Moro é o principal cabo eleitoral do judiciário brasileiro contra o PT. O que ele fez mandando prender o ex-ministro, Guido Mantega – que estava no bloco cirúrgico com a esposa que iria se operar em consequência de um câncer -, além de desumano, mostra uma ação eleitoreira de boca de urna contra o PT, já que estamos às vésperas das eleições e os golpistas ainda amargavam a repercussão negativa da entrevista dos procuradores contra Lula”.

A afirmação é do deputado estadual Frei Anastácio (PT). Segundo ele, Sérgio Moro está trabalhando em ações coordenadas e pensadas para destruir o Partido dos Trabalhadores. “Ele não está só nessas ações. Por trás de tudo isso estão políticos e membros do judiciário, que querem o fim do PT. O judiciário brasileiro, com raras exceções, está todo debruçado sobre o plano de destruir o PT”, afirma o deputado.

Comentários

comentários