Justiça atende pedido do MPPB e impugna candidaturas de prefeito e de vice

O pedido de registro de candidatura de Alexandre Braga Pegado (PSB) a prefeito de Conceição, município localizado na Região do Alto Sertão paraibano, foi indeferido pelo juiz Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, da 41ª Zona Eleitoral, na terça-feira (6).O pedido de impugnação foi feito pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes Barbosa, do Ministério Público da Paraíba (MPPB). A sentença também atinge a candidatura do vice na chapa ‘Coligação a Resposta é do Povo’, Cícero José da Silva (PSB).

O pedido de impugnação apontava a existência de condenação do candidato a prefeito, inclusive por órgão colegiado, por ato de improbidade administrativa que causou prejuízo ao erário; e a existência de decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que julgou procedente representação em desfavor de Alexandre Braga, em razão de fraude em procedimento licitatório a aplicação de multa aos responsáveis e a declaração de inidoneidade para as empresas participantes.

Na sentença, o juiz reconheceu a inelegibilidade e indeferiu o registro de candidatura do requerente. “Indefiro o pedido de registro de candidatura de Alexandre Braga Pegado, para concorrer ao cargo de prefeito”, sentenciou o juiz, considerando o princípio da unicidade da chapa majoritária: “Embora o registro de Cícero José da Silva regular (apto, portanto), a ausência de condição de registrabilidade do outro candidato contamina toda a chapa majoritária”.

De acordo com o Artigo 49, da Resolução 23.455/2015, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “os pedidos de registro das chapas majoritárias serão julgados em uma única decisão por chapa, com o exame individualizado de cada uma das candidaturas, e somente serão deferidos se ambos os candidatos forem considerados aptos, não podendo ser deferidos os registros sob condição”.

 

 

MPPB

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários