PSDB quer anular elegibilidade de Dilma

A cúpula do PSDB decidiu nesta quinta-feira (1º) que irá ajuizar um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a anulação do resultado da segunda votação do julgamento de impeachment de Dilma Rousseff que manteve a habilitação política da petista mesmo com o afastamento definitivo. Com isso, ela terá a possibilidade de concorrer a cargos eletivos e a ocupar funções na administração pública.

Comentários

comentários