Vital do Rêgo repudia citação de seu nome em delação da Lava Jato

ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo disse hoje (2) que repudia as ilações associadas a seu nome na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) na Operação Lava Jato.

LEIA MAIS: FOLHA: Vital do Rêgo teria recebido propina para ‘enterrar’ CPI da Petrobras

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) autorização para iniciar as investigações contra pessoas citadas no acordo de delação premiada do senador, incluindo o ministro.

“Ao tempo que reitera o repúdio às ilações associadas a seu nome na referida delação premiada, desprovidas de qualquer verossimilhança, o ministro Vital do Rêgo informa que está à disposição das instituições para qualquer esclarecimento”, acrescentou nota divulgada pelo TCU.

Além de Vital do Rêgo, Janot pretende investigar o senador Aécio Neves (PSDB-MG), o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, e o deputado federal Marco Maia (PT-RS).

Caberá ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo, decidir pela autorização.

 

Agência Brasil 

Comentários

comentários