MDB teria usado “candidata laranja” para favorecer eleição de filha da vice-prefeita de São Bento

Mais um escândalo envolvendo possível candidatura laranja em eleições vem à tona. Segundo o Paraíba Rádio Blog e, informações, também encaminhadas à Justiça Eleitoral, dão conta de que o MDB teria usado “candidatura laranja” para favorecer a eleição da vereadora Márcia Roberta, nas eleições de 2016, no município de São Bento, Sertão paraibano. Márcia Roberta é filha da vice-prefeita de São Bento, Joseilma Resende Ramalho, popularmente conhecida como “Melada”, com o ex-prefeito e ex-deputado Márcio Roberto, atualmente inelegível.

Segundo informações, a “candidata laranja” seria Joyceclea Resende, prima da vereadora Márcia Roberta, sobrinha de “Melada” e Márcio Roberto. Apesar de ter recebido doações que, somadas, ultrapassam a quantia de R$ 22 mil, Joyceclea não obteve nem um voto nas eleições 2016, sequer o voto dela própria foi registrado nas urnas, despertando a desconfiança de políticos aliados, opositores e lideranças locais.

Ainda segundo as informações chegadas ao RádioBlog, os valores doados para a campanha de Joyceclea foram direcionados, de modo a favorecer e serem utilizados em benefício da campanha da prima, Márcia Roberta, eleita a quarta vereadora mais votada do pleito, totalizando 1443 votos.

 

Os envolvidos foram procurados, mas não se pronunciaram sobre o tema.

 

 

 

 

 

 

Do Paraíba Rádio Blog 

Comentários

comentários