Advogado diz que probidade de gestor é essencial para êxito judicial

Colecionador de vitórias judiciais nos tribunais — estaduais, regionais e superiores — graças à sua capacidade de convencimento, por meio de embasadas argumentações, de magistrados e conselheiros, o advogado Ravi Vasconcelos (foto) comemora a recente aprovação das contas, à unanimidade, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), referentes ao exercício 2017, de um dos seus constituintes, o prefeito de Barra de Santa Rosa, município da região do Curimataú Paraibano, Neto Nepomuceno (DEM).

A propósito de suas atuações, o causídico dividiu o êxito com os seus constituintes: “Todos os gestores públicos que defendo sempre tiveram consciência de que os tribunais, inclusive as cortes de contas, estão cada vez mais severas, rigorosas, exigindo deles trabalho árduo em todas as áreas dos municípios, — principalmente as mais carentes —, zelo com o dinheiro público, edificação de obras de pedra e cal sem se descuidarem das sociais, transparência orçamentária, idoneidade e a mesma responsabilidade em todo o decorrer do mandato eletivo ou por nomeação”.

Também recentemente, outro constituinte de Ravi Vasconcelos, o prefeito de Nova Floresta, Jarson Santos (PSB), teve suas as suas contas relativas ao exercício de 2017 aprovadas pelo TCE-PB. Após a aprovação, Jarson afirmou: ““Não foi fácil. Tivemos que cortar na carne, adotar uma política austera de controle financeiro e ser fiel a essa política”.

PERFIL — O advogado Ravi Vasconcelos, especialista, entre outras áreas, em Direito Administrativo, é sócio do colega Aécio Farias Farias, este criminalista, no Escritório Farias & Vasconcelos, que funciona no bairro de Tambauzinho, em João Pessoa.

Comentários

comentários