Daniella Ribeiro participa de missão oficial nos Estados Unidos

A senadora Daniella Ribeiro, líder do Progressistas no Senado Federal, cumpriu missão oficial esta semana nos Estados Unidos, onde acompanhou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e os senadores Fernando Bezerra, Rogério Carvalho e Rodrigo Cunha; além do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli; e o presidente da Câmara dos Deputados, deputado Rodrigo Maia. Na programação, painéis sobre o desafio do legislativo para a retomada do crescimento, e reuniões com investidores preocupados com o cenário econômico do país.

“Foi uma missão importante do ponto de vista econômico para o Brasil, isso porque participamos de debates com investidores internacionais, interessados em compreender a atual conjuntura do nosso país. Essas missões oficiais têm o propósito de ampliar a atuação dos senadores e deputados de forma a abrir diálogo com outros países. Foi uma semana muito produtiva”, declarou.

Como relatora do PLC 79/2016, o PLC das telecomunicações, a senadora fez uma breve explanação sobre o projeto, destacando que “dada a importância social e econômica do tema, não se pode agir de forma precipitada. Deve-se procurar a melhor fórmula para atender aos interesses nacionais, para garantir que todos tenham acesso a uma internet rápida e de qualidade”.

A senadora disse ainda que o PLC 79/2016 vem atender uma grande demanda da sociedade por inovação tecnológica e investimentos em banda larga. Lembrou que, em 1995, quando se deu início o processo de privatização do setor de telecomunicações havia uma necessidade de investimentos em telefonia fixa, sendo que o modelo adotado à época foi para investimentos na expansão e universalização dessa tecnologia.

Ainda nos Estados Unidos, a senadora participou de encontros organizados pelo Banco Safra e pelo Banco BTG Pactual, e de evento que premiou a personalidade do ano 2019. Participou também de painel com a presença do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, que fez uma análise sobre a Reforma da Previdência e os impactos que isso trará para a economia brasileira.

Comentários

comentários