Deputado apresenta requerimento em poesia

O deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB) usou uma forma inusitada no texto de um requerimento apresentado na Assembleia Legislativa. O parlamentar decidiu usar uma poesia com rimas para justificar a necessidade da Casa formar uma comissão para discutir a reforma política.

Já que a força de lei não vem dos lírios
E a injustiça é quem bate à nossa porta,
De que vale uma lei, se a letra é morta,
E não escuta o clamor de mil martírios.

Pra quem diz que as reformas são delírios
De discurso acadêmico indiferente,
Feche o código de lei e ouça a gente,
Que padece com o grito sufocado
O Brasil só supera o seu passado
Com a REFORMA POLÍTICA no presente.

A proposta do parlamentar ainda irá ser apreciada na Casa.

Comentários

comentários