O que Pedro Simon disse na PB: reforma, impeachment, partidos, Petrobras e corrupção

Passando por João Pessoa nesta quinta-feira (26), o ex-senador pelo rio Grande do Sul,Pedro Simon, falou sobre sua perspectiva política e pregou que o povo vá às ruas protestar contra as suas insatisfações. Ele lembrou que a votação da Lei Ficha Limpa e a condenação no Mensalão só aconteceram por causa da pressão popular.

Para o ex-senador, se falar em Impitimam “é aumentar a confusão” no Brasil por não se saber às conseqüências disso.

Ele criticou a quantidade de partidos políticos existentes no país e “a política do troca troca” usada pelas legendas e governos. Simon disse que os partidos têm que ter credibilidade e pregou o fim de financiamento privado de campanha. “A campanha tem que ser feita com dinheiro público, o mínimo possível”.

Pregando uma reforma política, o senador disse que sem a pressão do povo, não há condição para que as mudanças aconteçam. Escute:

 

 

 

Comentários

comentários