Rômulo pede e Conab garante 100 mil toneladas de milho a baixo custo para agricultores

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) recebeu a garantia da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que inicialmente 100 mil toneladas de milho serão comercializadas aos agricultores com valor abaixo do mercado. O parlamentar havia solicitado a medida depois que a Conab apontou corte dos repasses e manutenção do estoque.

“O milho a preço subsidiado é muito importante para o pequeno criador nordestino. Não se pode deixar que uma questão burocrática suspenda a venda do produto a preços menores”, disse o deputado em apelo feito a Companhia para que a burocracia não vitimasse ainda mais os produtores paraibanos.

Rômulo ainda pontuou a fase crítica que passa o criador na Paraíba. O rebanho do Estado diminuiu mais de 40%, devido ao conseqüências da estiagem dos últimos anos. “Os efeitos da seca ainda estão presentes e geram perdas incalculáveis. É inadmissível que toneladas de sacas de milhos fiquem estocadas dentro dos armazéns enquanto agricultores não tenham como alimentar os animais. Os pequenos produtores rurais estão descapitalizados devido à perda de parte dos seus rebanhos e não têm condições de comprar milho a preço de mercado”, pontuou.

Em comunicado encaminhado pela Conab ao gabinete de Rômulo, a Companhia garantiu a permanência da política de repasse do milho, num valor inferior ao de mercado, aos agricultores paraibanos e os demais incluídos no Semiárido.

 

Redação

Comentários

comentários