Lucas sugere que Governo aplique recursos de empréstimos na segurança pública da Paraíba

A Câmara Municipal de João Pessoa realizou uma audiência pública para discutir a violência e o número de assassinatos na Paraíba. Durante o evento, o Vereador Lucas de Brito (PSL) apontou a insegurança como o principal problema – elencado pela população – a ser atacado pelo Governo do Estado e sugeriu a aplicação de recursos oriundos de empréstimos federais no combate à criminalidade.

“A Paraíba já teve o título de uma das cidades mais tranquilas do país, mas hoje a sensação é de toral insegurança. Esta semana, o Governo Federal autorizou a liberação de dois empréstimos para a Paraíba junto ao Banco do Brasil que somam cerca de R$ 150 milhões. Se o povo da Paraíba traz como maior preocupação a falta de segurança, o Governo do Estado deveria enfrentar esse problema utilizando os recursos desses empréstimos”, disparou Lucas de Brito.

Lucas criticou o deficit no número do efetivo militar do estado e defendeu a convocação imediata dos aprovados no concurso da Polícia Militar e Bombeiros Militar, de 2014. cerca de 800 concursados ainda aguardam a notificação para o início do curso de formação.

“Em 2015, a Polícia Militar da Paraíba tinha o efetivo de 9.237 policiais, quando o ideal seria de 17.933. Não adianta ter drone e viatura se não tivermos um efetivo qualificado em números suficientes para fazer frente a essa criminalidade, cada vez mais ousada. O drone pode até ter um papel estratégico mas não substituiu a ação ostensiva da PM”, afirmou Lucas de Brito.

 

Assessoria

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários