Vereadores e candidatos estão se convertendo em igrejas para ganhar votos

Ligados as atividades das igrejas católicas e evangélicas na cidade, os vereadores Raoni Mendes (DEM) e Eliza Virgínia (PSDB) revelaram ao Política&etc que neste período pré-eleitoral está se multiplicando o número de religiosos que estão de olho nos votos das ovelhas.

“Tem tanto candidato que vira evangélico nesta época, principalmente aqueles que já são vereadores, que voltam a visitar e colocar a bíblia debaixo do braço, achando que aquilo ali (igreja) é um curral eleitoral”, revelou a vereadora, afirmando que colegas do parlamento só estão lembrando agora da vida religiosa.

Eliza definiu os concorrentes como “político copa do mundo”, os que só aparecem de quatro em quatro anos. A vereadora ainda disse que eles “juntam, juntam, juntam e quando chega véspera da campanha derramam”.

Já Raoni, atuante na Igreja Católica, avaliou como natural a multiplicação dos candidatos, mas disse que muitos dos concorrentes aparecem de forma repentina para minar suas bases. “Pessoas que nunca deram palestras, passam a dá palestras. Pessoas que nunca tiveram uma vivência interior forte, passam a fazê-lo. Cada um prestará contas a Deus”.

 

Écliton Monteiro 

Comentários

comentários