Lira foi o único senador da PB a votar contra e a favor de Dilma, mas acredita que não terá relacionamento com Temer abalado

O senador Raimundo Lira (PMDB) foi o único da bancada paraibana a votar pela manutenção dos direitos políticos da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT). Ele votou a favor do impeachment, mas não quis condenar Dilma a perda dos direitos políticos. “Fiz uma votação pessoal, porque eu sou contra condenar a mesma pessoa duas vezes”, disse.

LEIA MAIS: Recado de Temer para aliados: “Se é governo, tem que ser governo”

Apesar do recado do presidente, o senador paraibano entrou em contato com o Política&etc, na noite desta terça (31), e ponderou que, apesar do voto, não terá o relacionamento com o governo abalado. Lira lembrou que Renan Calheiros, que encaminhou a votação, viajou com o presidente para a China, demostrando que as relações não foram abaladas. “Renan Calheiros encaminhou o voto não e viajou em seguida com Temer para a China. Vão passar sete dias juntos. Se tivesse abalado não viajariam juntos”.

 

 

Écliton Monteiro

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários