Debate TV Correio; o que rolou

No debate promovido pela TV Correio, na noite deste domingo (25), os quatro candidatos a prefeito de João Pessoa – Cida Ramos (PSB), Luciano Cartaxo (PSD), Professor Charliton (PT) e Victor Hugo (PSOL) – se enfrentaram em um confronto de ideias para mostrar aos eleitores as propostas que eles têm para a cidade. Contudo, o debate foi marcado por ataques, denúncias e críticas a Cida e Cartaxo, que viraram alvo de Charliton e Hugo.  O debate foi mediado pela jornalista Carla Visani, editora geral da TV Correio.

No primeiro bloco do debate da TV Correio, os candidatos fizeram perguntas entre si. Cida Ramos (PSB) Professor Charliton (PT) e Victor Hugo (PSOL), centraram fogo na gestão do candidato à reeleição, Luciano Cartaxo (PSD).

Cida Ramos prometeu criar o programa Cine Cidade, com foco nas atividades cineclubistas. Ela perguntou a Luciano Cartaxo.

Luciano Cartaxo falou da construção de UPAs e disse que, se reeleitos, construirá outras pela cidade.

Victor Hugo e Charliton Machado atacaram Cida e Luciano. No primeiro bloco, centraram suas propostas na área da cultura. Ambos prometeram apoiar mais os artistas locais.

O segundo bloco começou com Charliton Machado perguntando a Cida Ramos. Ele acusou a candidata de devolver recursos do Bolsa Família, em torno de R$ 1 milhão.

Cida perguntou a Luciano Cartaxo. Segundo ela, a Prefeitura de João Pessoa deixou medicamentos vencerem e ser jogados no lixo. Cartaxo respondeu argumentando que a candidata só apresentava denúncias e não trazia proposta.

Cartaxo perguntou a Victor Hugo sobre a política de habitação. Victor Hugo prometeu chamar cooperativas para construir casas. Segundo ele, sem as construtoras, a economia chegaria a 40% dos gastos. Cartaxo rebateu, argumentando que dispensar as construtoras seria aumentar o desemprego.

Victor perguntou a Charliton Machado sobre a política de segurança pública. Charliton criticou “a briga” entre Prefeitura de João Pessoa e o Governo do Estado.

O candidato do PSOL começou o terceiro bloco perguntando a Cida Ramos. O tema foi aliança política. Victor Hugo disse que Cartaxo e Cida tinham dois candidatos a vice que apoiavam o governo de Michel Temer e eram aliados do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha. Cida Ramos disse que era diferente de Cartaxo e que tinha uma história política.

Cida Ramos perguntou novamente a Luciano Cartaxo. Ela acusou a gestão de não pagar o algum de uma casa. Começando sua resposta, Cartaxo disse que governará a cidade pelos próximos quatro anos. Ele disse que Cida continuava vazia de propostas.

Luciano Cartaxo direcionar sua pergunta a Charliton Machado sobre educação e ensino. Charliton aproveitou para dizer que o governo da ex-presidente Dilma Rousseff foi parceira da Prefeitura de João Pessoa. Ele prometeu criar um processo para envolver as crianças com as atividades num parque tecnológico.  Cartaxo rebateu e disse que João Pessoa bateu todas as metas do Ideb.

Charliton perguntou a Victor Hugo sobre mecanismos para arrecadação e combate à sonegação. Victor prometeu concurso para Procuradoria da PMJP e estruturar a controladoria. Ainda disse que era preciso mais transparência. Charliton disse que João Pessoa arrecada apenas R$ 47 milhões, quando uma cidade como Aracajú (SE) arrecada, segundo ele, pouco mais de R$ 100 milhões.

O quarto bloco começou com Cida Ramos perguntando a Luciano cartaxo sobre equipamentos de hemodiálise que estariam abandonados. Cartaxo ironizou e disse que estava chegando à meia-noite e a candidata não tinha apresentado uma proposta. Segundo ele, os equipamentos foram comprados em gestões passadas, sem qualquer planejamento. Cida aconselhou Cartaxo a deixar de ser ingrato a Luciano Agra. Na tréplica, Cartaxo disse que Agra não teve dirieto de ser candidato à reeleição, porque o PSB não deixou.

Cartaxo voltou ao tema da segurança pública, pergutando as propostas de Victor Hugo para o setor. O candidato do PSOL acusou a gestão de desinteresse em atuar nessa área e disse que a Guarda Municipal estava presente apenas na Lagoa. Cartaxo rebateu e disse que investiu na Guarda e em iluminação pública e lamentou que o Governo do Estado não fazia su aparte.

Victor Hugo perguntou a Charliton Machado sobre politica para o meio ambiente. Charliton voltou a atacar “a briga irracional” entre Governo do Estado e Prefeitura de João Pessoa. Victor Hugo disse que sua gestâo enfrentará as grandes empresas que degradarem o meio ambiente.

Charliton Machado, antes da pergunta à Cida, disse ter documentos que provariam a devolução de recursos da Secretaria de Desenvolvimento Humano, da qual era gestora. Ele perguntou sobre acessibilidade e política para melhorar a vida de pessoas com deficência. Cida Ramos disse que a acessibilidade tem que dialogar com mobilidade urbana.

O professor Charliton (PT) foi o primeiro candidato a prefeito de João Pessoa a chegar a sede do Sistema Correio de Comunicação, onde participou do debate da TV Correio, que começou às 22h45, com transmissão simultânea pelo Correio Online. Logo após a chegada de Charliton, foi a vez do candidato do PSOL, Victor Hugo, chegar ao local do debate. Cida Ramos (PSB) foi a terceira a chegar na TV Correio. Luciano Cartaxo (PSD) foi o último a chegar.

No quinto e último bloco os candidatos tiveram dois minutos para fazer suas considerações finais. A sequência foi definida em sorteio prévio, antes do início do debate. De acordo com o definido por sorteio, Luciano Cartaxo (PSD) foi o primeiro a fazer as considerações finais.

Ele iniciou sua fala agradecendo ao Sistema Correio de Comunicação a oportunidade de debates idéias e mostrar projetos para João Pessoa. “Gostaria também de fazer um agradecimento especial ao povo de João Pessoa pela forma respeitosa e carinhosa que tem me recebido nas ruas, por estimular o trabalho que temos feito. Agradecer a todos que estiveram conosco na Epitácio Pessoa. Dizer que estou na vida pública porque tenho uma crença: acredito que a vida das pessoas pode e deve ser melhor. Fui vereador e aprendi a conhecer de perto as pessoas, cheguei a vice-governador, depois deputado e a prefeito. Construímos a maior rede de UPAs e creches que demonstram nosso compromisso com o pessoense. Estou determinado, mais maduro para gerir. Ano passado foram 70 obras. Esse ano serão 80”, falou.

O professor Charliton também agradeceu ao Sistema Correio pela oportunidade do debate. “Agradeço também a nossa militância que sabe o significado histórico desse momento. A nossos pré-candidatos que têm se empenhado na nossa candidatura. Quero fazer um grande debate nessa cidade. Esses candidatos são mais do mesmo, poderes se revezam e não apresentam respostas para a cidade. João Pessoa terá um milhão de habitantes e é para eles que quero trabalhar, quero enfrentar o problema da educação. João Pessoa tem que respirar educação e eu sei como fazer, sei como dar um passo histórico, com participação popular, com inclusão social, com desenvolvimento sustentável. Não fizemos ataques pessoais, mas discutimos os desafios do rumo da cidade”, enfatizou.

Depois de também agradecer ao Correio por poder participar do debate, Victor Hugo ainda parabenizou o Sistema pela postura democrática de chamar todos os candidatos. “Isso engrandece a democracia. Dizer que de modo geral os candidatos que estão aqui já estiveram juntos em algum momento. Cartaxo já esteve com Ricardo, com o PT de Charliton e o Psol estava sempre na contraposição desses candidatos e nossa cidade não avançou justamente por esses rodízios e acabamos tendo problemas que até hoje não solucionamos. Dessa forma o Psol e seus candidatos a vereador têm essa coragem para que esses grupos se afastem e a população venha para cá. João Pessoa vai ser nossa com o Psol”, declarou.

A última a fazer suas considerações finais foi Cida Ramos, que a exemplo dos demais, agradeceu o espaço democrático dado pelo Sistema Correio. “Quero agradecer ao Sistema Correio. Realizamos o bom debate, cada um se apresentou como o é e como deseja essa cidade. Quero me dirigir a você que me recebe com esperança no olhar, por onde passo você me dá a certeza que quer a João Pessoa que em 2004 nos deu a surpresa de eleger Ricardo Coutinho, que viu a cidade crescer, viu um projeto que dialogava fazendo com que cada pessoense se tornasse protagonista de sua cidade. Minha candidatura representa muito em termos de afirmação de valores do que queremos para nossa cidade. Um projeto que vai tornar protagonistas as mulheres, a juventude, a pessoa com deficiência, todo cidadão que vive e mora em João Pessoa”, finalizou.

 

Portal Correio

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários