Oposição pede ao Ministério Público que apure denúncias de vereador do PSB sobre suposto esquema de corrupção no Estado

Deputados de oposição protocolaram nesta quinta-feria (13), Representação junto ao Ministério Público Estadual solicitando que sejam apuradas as denúncias formuladas pelo vereador de João Pessoa Renato Martins (PSB), sobre a existência de um suposto esquema de corrupção e desvio de recursos públicos por parte de secretários de Estado,  para beneficiar candidatos do partido na Capital.

“Os fatos expostos no áudio do vereador, que ganhou repercussão no Estado inteiro, são extremamente graves e cheios de detalhes que precisam ser esclarecidos. Não podemos agir como se fosse algo banal. Além disso, chama atenção para a proximidade com que Renato Martins tem do governador e de toda a cúpula do PSB. Não se trata de um militante qualquer. Trata-se um parlamentar, dirigente partidário. É preciso que se investigue a veracidade das acusações que ele levanta”, justifica a deputada Camila Toscano, que assinou a representação conjunta protocolada pelos deputados.

Os parlamentares se reuniram com procurador-geral de Justiça, Bertrand Asfora, na tarde desta quinta-feira (13), e solicitaram que seja apurada a prática de crime de responsabilidade penal, civil e administrativa de todos os envolvidos.

Conforme áudio do vereador Renato Martins que circulou nas redes sociais, a secretária Livânia Farias (Finanças); o procurador-geral, Gilberto Carneiro; o presidente da Codata, Krol Jânio Palitot  e a deputada estadual Estela Bezerra, montaram um esquema de desvio de recursos públicos para eleger o vereadores Léo Bezerra, Tibério Limeira (secretário do Empreender/ Juventude e Esporte) e Tanilson Soares, todos do PSB.

A representação foi protocolada junto ao MPPB e é assinada pelos deputados Tovar Correia Lima (PSDB), João Henrique (DEM), Bruno Cunha Lima (PSDB), Camila Toscano (PSDB), Janduhy Carneiro (PTN) e Renato Gadelha (PSC).

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page

Comentários

comentários