Cartaxo fala do Centro Histórico em encontro de prefeitos

Com investimentos de grande porte em infraestrutura urbana e habitação, João Pessoa se destacou nesta quinta-feira (30) durante reunião entre prefeitos e técnicos que fazem parte da Iniciativa de Cidades Emergentes e Sustentáveis, em Florianópolis, Santa Catarina, graças ao processo de resgate e recuperação do Centro Histórico. A Capital paraibana, que é uma das três mais antigas do Brasil, chamou a atenção como exemplo de revitalização dos espaços públicos, graças à reforma dos prédios históricos, à ocupação deles com uma programação cultural permanente e à implantação de residências nos Casarões, projeto pioneiro no País.

Todas essas ações foram apresentadas pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, aos técnicos e colegas de Florianópolis, Vitória (ES) e Palmas (TO), durante o IV Encontro de Prefeitos de Cidades Sustentáveis Brasileiras. O grupo vem se reunido para trocar experiências e acompanhar de perto a implantação da Iniciativa de Cidades Emergentes e Sustentáveis (ICES) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em parceria com a Caixa Econômica. O ICES beneficia no Brasil, além das quatro capitais, as cidades de Goiânia, em Goiás, e Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

No encontro, os técnicos procuraram saber como tem se dado o programa de investimentos e resgate do Centro Histórico de João Pessoa. Luciano Cartaxo explicou que, com planejamento, investimentos com recursos próprios e de outras fontes, a exemplo do Governo Federal, além de parcerias com a iniciativa privada, foi possível revitalizar, por exemplo, a Praça da Independência, construir o Novo Parque da Lagoa, recuperar o Hotel Globo, a Casa da Pólvora, as praças João Pessoa e 1817, e fazer agora o soerguimento do Conventinho e dos Casarões, no Varadouro.

“Todos os encontros que temos realizados, desde o primeiro, ocorrido em João Pessoa, têm sido muito enriquecedores. Como tenho dito, este plano vai muito além das nossas gestões, é um legado que vamos deixar para as gerações futuras”, ressalta Luciano, acrescentando: “Com planejamento e uma gestão de resultados bem conduzida vamos poder assegurar qualidade de vida para as pessoas, mesmo com o crescimento das nossas cidades”.

Luciano Cartaxo também aproveitou o encontro desta quinta-feira (30) para conhecer a Central de Controle da Cidade de Florianópolis, semelhante à que será implantada por meio do João Pessoa Cidade Sustentável, o programa de investimentos que planeja o desenvolvimento do município para os próximos 30 anos, quando alcançará a marca de 1 milhão de habitantes. Junto com os prefeitos Gean Loureiro (Florianópolis), Luciano Rezende (Vitória) e Carlos Amastha (Palmas), Luciano Cartaxo avaliou o andamento da liberação de um empréstimo de US$ 100 milhões (cerca de R$ 330 milhões), disponibilizado pelo BID para investimento em 60 ações estruturadoras em João Pessoa nos próximos anos. A Capital paraibana está em estágio mais avançado de implantação do Cidades Sustentáveis. O financiamento já foi autorizado pelo BID e agora tramita na Secretaria do Tesouro Nacional. Os prefeitos fazem um acompanhamento conjunto da tramitação para garantir agilidade no processo.

Comentários

comentários